드라마 - Dramas

Visita Guiada a… Lee Minho!

Olá, fãs da cultura coreana,

Muitos de vocês decerto gostam de dramas, ou viram alguns. Tendo perguntado no facebook, este foi o actor que me foi sugerido pelo que será este que irei falar em primeiro lugar. Poderão contudo sugerir mais nos comentários a este ‘artigo’.

Aqui será efectuada uma pequena biografia e enunciação de dramas e depois um desenvolvimento dos dramas em questão. Por isso se desgostarem de muito texto sugiro que passem para a segunda parte haha

O Minho é um actor que, não estando muito presente no ecrã (fazendo uma média de um drama por ano), tem vindo a ganhar alguma popularidade ao longo do tempo. Se pensarmos que ele tem vindo a crescer enquanto actor, tendo começado em 2002, com papéis pequeninos, ainda tinha ele quinze anos. Hoje muitos o conhecem e adoram, enquanto a outros ele ainda é indiferente.

Espero que gostem, e digam de vossa justiça.

Apertem os cintos e começaremos a nossa viagem!

 

Biografia (Visão Geral)

Lee Minho nasceu a 22 de Junho de 1987 em Heukseok-dong, Dongjak-gu, Seoul, Coreia do Sul. Vive numa família de quatro, tendo uma irmã mais velha. É actor, modelo e cantor, e está actualmente a estudar Filmes & Artes na Universidade Konkuk e pertence à agência ‘Starhaus Enterteinment’. As fãs de Lee Minho respondem pelo nome de ‘Minoz’.

Muitos não sabem disto, mas o sonho de Minho não era ser actor mas sim futebolista. Contudo, sofreu uma lesão no quinto ano escolar que o fez pôr fim a esse sonho. Ele continua no entanto a gostar de futebol e a jogar entretanto, e afirmou diversas vezes que o seu jogador de futebol preferido é o jogador português Cristiano Ronaldo (Minho, não sei se é possível mas ainda gosto mais de ti. Fãs portuguesas, já sabem o que lhe oferecer nos anos). Quando lhe perguntaram porquê ele respondeu: “Para além de ter um talento extraordinário ele também é bonito. Se pudesse ter continuado a jogar eu hoje provavelmente seria um atleta como Ronaldo.

No segundo ano do ensino secundário, Minho começou a fazer trabalhos de modelo e representação. Depois de uma fase de treino, Minho começou a participar em audições (castings) e a representar papéis pequenos nalguns dramas televisivos. O seu primeiro papel foi no drama ‘Secret Campus’ da EBS.

No início da sua carreira, Minho adoptou o nome artístico de Lee Min, pelo seu nome ser demasiado comum, mas cedo regressou ao seu nome original pois o anterior tinha pouca procura nos motores de busca internáutica.

Após ter participado em alguns dramas, em 2006 Minho sofreu um acidente rodoviário, pelo que teve de ficar hospitalizado durante seis meses e não pôde participar em nenhum drama durante um ano. Foi um período bastante complicado para ele, mas ele conseguiu (e ainda bem!) ultrapassá-lo.

Em 2007-2008, Minho participou em vários dramas e mais dois filmes, no entanto foi a partir de 2009 que se tornou mais conhecido, com o drama Boys Over Flowers (do qual falarei mais à frente. Quantas e quantas pessoas não adoraram o seu Goo Jun-Pyo?). A audição foi tão feroz que Minho só soube que tinha sido escolhido para o papel quando viu o seu nome num jornal.

Enquanto filmava para o filme ‘Our School’s E.T’, este ficou muito amigo do actor Kim Soo-ro, o qual o elogiou num programa televisivo: “Eu reconheço uma celebridade quando a vejo. Enquanto eu estava a fazer ‘Our School’s E.T’ eu soube logo que Lee Minho se tornaria um dos actores de topo do país”.

Em 2010, Minho voltou a adquirir um papel principal no drama “Personal Taste”. Quando lhe perguntaram a razão pela qual ele escolheu o drama ele respondeu “Acho que farei um melhor trabalho em papéis mais pesados e definidos quando for mais crescido. Acho que este drama foi perfeito porque é chamativo, suave e engraçado mas também conseguimos rir e chorar sobre ele.”

Em 2011, ele participou no popular drama de acção ‘City Hunter’. Este drama levou a que Minho ficasse conhecido em toda a Ásia, principalmente no Japão, na China e nas Filipinas.

Em Abril de 2012, Minho revelou que iria participar noutro drama, neste caso, ‘Faith’ – um drama histórico.

Em 29 de Março de 2013, Minho revelou que iria participar noutro drama, ‘Heirs’. Este drama foi muito antecipado pelo elenco que tinha.

Em Abril do mesmo ano a sua figura de cera foi revelada no museu Madame Tussauds em Shanghai, e Minho também fez uma tour asiática.

Dramas

Aqui irei apresentar os dramas dele mais conhecidos, nomeadamente aqueles que eu já vi. Apesar de estar tentada a escrever pela ordem que eu vi julgo que tal não será o mais adequado.

Boys Over Flowers (2009)

Boys over Flowers

Esta apresenta-se como a versão coreana do anime ‘Hana Yori Dango’ (o qual também tem uma adaptação japonesa com o mesmo nome). É a história de Jan-Di (Goo Hye Sun), uma rapariga pobre que frequenta a Escola Secundária Shin Hwa, uma escola liderada por quatro rapazes, os chamados ‘F4’, que aterrorizam os alunos que lhe fazem frente, e cujo líder, Goo Jun Pyo (Lee Minho), tem um especial interesse em Jan-Di.

Este trata de problemas como bullying e pode ser considerado um drama escolar, tendo também (e essencialmente) uma base romântica e algo cómica ao mesmo tempo.




Este não foi o meu primeiro drama dele, e confesso que estava algo reticente em vê-lo. Aquele penteado levava-me a evitá-lo, no entanto não foi assim tão mau, uma pessoa habitua-se (haha).

O que posso dizer do drama é que gostei dele. Não dei 10 mas dei 8, pelo que teve uma boa qualificação. Tem algumas falhas mas na minha opinião foi muito bem feito. As fãs das adaptações vão queimar-me viva, mas eu realmente preferi esta adaptação à japonesa e à taiwanesa. Cada uma teve os seus pontos fortes, mas achei que a nível de história a coreana estava um pouco melhor e mais credível. Já o elenco foi, a meu ver, melhor na versão japonesa.


O Goo Jun Pyo era um rapaz que se dizia duro mas no fundo era bastante inocente e algo infantil. As suas acções podiam fazer-nos arder de raiva mas, ao mesmo tempo, derreter de amor (perdoem-me as lamechices!). Percebe-se o porquê de este ter sido o drama que o levou à luz da ribalta. Com este drama, Lee Minho ganhou quatro prémios – nos  KBS Drama Awards, nos Baeksang Arts Awards e nos ASAP Pop Viewers’ Choice Awards.




Personal Taste (2010)

Personal Taste

Lee Minho é aqui Jeon Jin Ho, um arquitecto que se finge (embora sem intenção inicial) de gay para habituar a casa de Park Gae-In (Son Ye Jin). Não se preocupem, ele não é prevertido – ele tem um propósito mais nobre que isso.

Sendo um obcecado de limpezas, ele vai martirizar Gae-In e proporcionar aos espectadores muitos momentos engraçados.


Este foi o meu primeiro drama dele, e foi a partir daí que desejei que ele fosse, de facto, mais conhecido. Vi-o em 2010, no mesmo ano em que comecei a ver dramas coreanos, e nessa altura ele (actor) mal era falado. Lembro-me de desejar vê-lo mais ou ouvir falar mais dele, mas nada. Poucos o conheciam.




É daqueles dramas que eu recomendo a qualquer pessoa, especialmente àquelas que nunca viram um drama asiático. Mostrei-o a uma amiga e ela ficou interessadíssima, tendo também elogiado o charme do Minho (ui!). Isto para além de ter imensas cenas engraçadas e românticas! A sério, é um must!




Dei 9 em 10, talvez por ser dos primeiros coreanos que vi, mas é de facto um drama que recomendo imenso, tanto pela história como pelo elenco. Neste drama Minho ganhou dois prémios – nos MBC Drama Awards e nos Mnet 20’s Choice Awards.





Um extra:


City Hunter (2011)

City Hunter

Se Minho já era conhecido do seu drama BOF, a partir de ‘City Hunter’, drama de acção, começou a ser objecto de alguma atenção por parte dos directores e também espectadores.


City Hunter fala-nos de um homem que trabalha na Casa Azul (por miúdos, a ‘Casa Branca’ coreana), na equipa de comunicações internacionais, e que pretende vingar-se de cinco políticos causadores da morte do seu pai. Baseado no manga de Tsukasa Hojo, este drama trata de temas como corrupção, vingança, política, entre outros temas.

Meus caros, novamente outro drama de que gostei. Não sou normalmente fã do tipo acção, mas este foi sem dúvida dos melhores dramas que já vi dentro do género. Muito interessante e, de certa forma, simples.

(Tentei não dar muitos spoilers nos gifs, daí que não mostram muitas cenas de acção!)


O romance foi, a meu ver, algo insuficiente, mas o drama em si equilibrou-se bem. Tinha momentos mais alegres, mais tristes e mais complexos. De 10 dei 9, e em nada me arrependo.

Com este drama Minho ganhou seis prémios – nos Korea Drama Festival Awards, nos Korean Updates Awards e nos SBS Drama Awards.



Faith (2012)

Faith

‘Faith’ revela-nos a história de uma cirurgiã plástica do século XXI (Kim Hee Sun) que foi raptada e levada a recuar no tempo setecentos anos por se acreditar que esta possuía poderes curadores extraordinários; e de um general muito conhecido do seu tempo, o General Choi Young (Lee Minho), uma pessoa muito fria mas responsável.


Sem dúvida a melhor personagem dele (pra mim) até hoje. A sua personagem fez-me lembrar muitas personagens de livros passados na época medieval, e entusiasmou-me de forma que nenhuma outra o fez. Mais do que o Minho, eu adorava o general (a sua personagem).

O que é melhor neste drama, pralém do extenso elenco, é a história. Este drama fala-nos de vários factos reais, nomeadamente a nível das personagens. Os reis e rainhas que o drama falou mais os acontecimentos históricos são verídicos na sua maior parte, e até a personagem do Lee Minho é verdadeira – inclusivamente, o General Choi Young é lá tão conhecido que há músicas infantis (e outras) a ele dedicadas como sendo um guerreiro muito forte e fiel e cujo paradeiro ficou desaparecido.



De 10 voltei a dar 9 pontos porque realmente mereceu. A única parte que lamentei no drama foi o excesso de episódios, isto porque andaram vários episódios a alongar desnecessariamente, mas no geral agradou-me. Não sou mesmo pessoa de dar tantos 9 (se quiserem podem pedir o meu MDL pra averiguar ^^”) mas gostei imenso. É um drama muito giro e divertido!

Com este drama Minho voltou a ganhar seis prémios – nos Korean Updates Awards, nos SBS Drama Awards e nos DramaFever Award.



Heirs (2013)

Heirs

‘Heirs’ fala-nos de Kim Tan (Lee Minho), um herdeiro do grupo Empire que é enviado (melhor termo: “exilado”) para os EUA enquanto o seu irmão mais velho trata da empresa (ou melhor, tenta pô-la sobre o seu domínio). Nos EUA, Kim Tan encontra Cha Eun Sang (Park Shin Hye) e dá por si a apaixonar-se, sem se aperceber que ela é na verdade a filha da sua empregada doméstica. Quando a sua noiva Rachel (Kim Ji Woon) o visita para o convencer a voltar prá Coreia, Kim Tan divide-se entre o seu amor e o seu dever.



Este drama é mais conhecido pelo seu elenco – sendo ele constituído tanto por ídolos como por outros actores mais conhecidos na indústria. Mais do que isso, acho que o que prima neste drama é exactamente o envolvimento que dão a todas as personagens, não se limitando apenas a dar importância às personagens principais.



Novamente, a minha personagem preferida foi o Kim Tan, por achar que foi uma personagem mais ‘inovadora’ – ele não era o típico ‘bad boy’, pelo contrário, era o tipo de pessoa que noutros dramas seria apenas o segundo rapaz, o que ficaria com um amor não correspondido (e com isso não quero dizer nada, quem não viu não entenda como spoilers, okay? ^^). Ele era super doce, amoroso e também tinha muita piada. Já o Young Do (Kim Woo Bin) era o bad boy em sentido pleno, mas eu achei-o demasiado exagerado.

Imensa gente tende a desgostar deste drama, mesmo não o tendo visto. Em minha opinião, eu que vi sem expectativas pois já sabia que tanto podia dar certo como errado, De 10 dei 8 pontos, e pra quem não gosta dos protagonistas (tipo eu com a Park Shin Hye neste drama – se o drama ficou menos interessante a ela o devo. Foi uma personagem demasiado exagerada!) pode ver o drama pelas secundárias porque são igualmente interessantes.




Com este drama Minho até agora ganhou nove prémios – nos Baidu Feidian Awards, nos Korean Updates Awards e nos SBS Drama Awards.

 

Mais dramas em que tenha participado:

  • Secret Campus
  • Mackerel Run
  • I Am Sam
  • Get Up

 Filmes:

  • Our School E.T
  • Gangnam Blues

Espero que tenham gostado desta exposição. Não se esqueçam de me darem a vossa opinião sobre os dramas em questão e o actor 🙂

Poderão sugerir mais actores/actrizes, sendo certo que ainda tenho um (que me foi sugerido também) em lista de espera.

 Créditos: koreandramagifts + tumblr

Anúncios

8 thoughts on “Visita Guiada a… Lee Minho!

  1. Muito obrigada pela visita guiada! 🙂
    Que tal sobre a Yoon Eun Hye (Coffee Prince é daqueles clássicos incontornáveis) ou o atualmente super famoso Kim Soo Hyn?

  2. Amei! Assisti alguns dos dramas com Lee Minho, gostei do Personal Taste muito bom.
    Poderia publicar sobre o JYJ Park Yoochun, agora no drama Three Days.

  3. Eu ameiiiii esse resuminho sobre o Min Ho! Mas o único ponto que eu discordo com vc eh em relação a personal taste. Tirando o beijo maravilhoso que ele deu nela, não gostei muito do drama.
    Concordo com a sugestão sobre o Kim Soo Hyun (meu bias

  4. Adorei o teu texto, ainda por cima, por concordar em quase tudo o que escreveste, assim como, as pontuações que deste aos seus dramas. Faith foi sem dúvida a melhor personagem que ele fez. Fiquei mesmo apaixonada! Tanto que quando acabou, apetecia-me ver outra vez..porque amei mesmo a personagem..foi muito bem conseguida! The heirs também foi o que mais desgostei..tal como tu, não gostei nada do papel da Park Shin Hye. Oh meu deus, irritava-me tanto lol o casal não me convenceu. (Mas ele teve ótimo como sempre). Dou 7 em 10, mas só por causa dos personagens secundários. Ri imenso com a Lee Bo Na e o Chan-Young, ahahha ele era tão fofinho! Também gostei bastante do Kim Woo-Bin (Choi Young Do), concordo que foi um pouco exagerado, mas ainda assim gostei imenso dele. Eu não o conhecia e fui logo pesquisar pra saber quem era! Agora é esperar pelo o filme ‘ Gangnam Blues’ que deve estar pra breve!

    1. Ola, Andreia!
      Ainda bem que gostaste do artigo! Lembraste-me que devo fazer mais, ainda só fiz dois 😉
      Eu em Heirs o que mais gostei nele foi ser diferente dos protagonistas no geral. Ele era querido, carinhoso embora algo obcecado haha O bad guy ali era a PSH hahaha O Young Do n gostei mto….. Achei-o um bad boy com quem eu n me identifiquei mas eles eram ambos engraçados haha mas eu adoro ver o woo bin nesses papeis por isso é estranho n ter gostado mto do Young Doo . eu adoro o HaNeul por isso estava a torcer por ele ;-; tb gostei do casal do minhyuk haha o rapaz parece ser naturalmente fofo pq as suas personagens ate agr são assim XDD

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s