문화 - Cultura · 역사 - História

Dia da fundação nacional 개천절 e o mito da fundação da nação coreana

3 de outubro marca o dia da fundação nacional na Coreia, feriado também chamado de Dia Dangun. Neste dia comemora-se o mito da fundação da nação coreana em 2333 A.C, pelo legendário deus-rei Dangun.  Gaecheon 개천 (ou “Abertura dos céus) refere-se ao dia 3 de Outubro de 2457 A.C, data em que Heanung 환웅 desceu dos céus para viver entre os homens.

Eis o mito da criação da nação coreana:

Hwanin 환인, o rei dos céus, tinha um filho, Hwanung, que desejava viver na terra entre os homens. Acompanhado de 3 mil seguidores, Hwanung desceu dos céus no monte Baekdu, na Coreia do Norte. Aí ele fundou Sinsi 신시 “A cidade de deus”, governou os humanos desta cidade ensinando-lhes agricultura, artes e comportamentos sociais.

local da fundação da “cidade de deus”, o monte Baekdu

Nessa terra existiam um urso e um tigre que desejavam tornar-se humanos. Eles rezaram e pediram fervorosamente a Hwanung para realizar o seu desejo. Hwanung entregou a cada um 20 dentes de alho e um ramo de artemísias (comidas sagradas), disse-lhes para só comer aquilo com fonte de alimentação e para não andarem ao sol durante 100 dias. O urso e o tigre foram para uma caverna e levaram com eles as coisas oferecidas por Hwanung.

Por causa da sua impaciência e da fome o tigre abandonou a caverna. O urso, contudo, aguentou tudo e transformou-se numa mulher. Feliz por o seu desejo ter sido tornado realidade,  a mulher urso (웅녀) rezou debaixo de uma árvore de bétula (conhecida como a Bétula divina 신단수) para encontrar um marido e ser mãe.

Hwagung tomou-a como sua mulher e mais tarde ela deu à luz um filho, que foi chamado de Dangun Wanggeom (단군왕검). Dangun tornou-se o primeiro rei humano da península coreana, estabeleceu a sua capital em Wanggom (actual Pyongyang) em 2333 A.C. e chamou ao seu Reino Joseon (hoje em dia chamado de GoJoseon, Go significa, antiga, ancestral, não confundir com a dinastia Joseon)  que significa calma matinal ou frescura matinal. Posteriormente mudou a sua capital para Asadal, onde governou até 1122 A.C. Nesse ano Dangun tomou a forma espiritual e um segundo rei legendário, Kija, tomou o seu lugar.

 Dangun Wanggeom (단군왕검)

Este mito tem origens xamãs, e é similar a outro mitos na asia central. Embora ninguém o tome como um facto histórico, o mito de Dangun é contado para promover o nacionalismo coreano, e é a base para a revitalização da religião ancestral, Taejong-gyo.

Neste dia uma cerimónia simples acontece no altar do topo do monte Manisan na província de  Ganghwado. Os coreanos acreditam que esse altar foi construído por Dangun para honrar e rezar pelo seu pai e avô no céu.

Fontes: visitkoreaimjinscout; wiki

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s