문화 - Cultura · 역사 - História

A revolução de abril coreana

Não fomos só nós que tivemos uma revolução de abril. A Coreia teve a sua revolução de abril em 1960, mais precisamente no dia 19 desse mês.

A Revolução de abril (Revolução de 19 de abril ou Movimento de 19 de Abril) foi uma revolta popular, liderada por grupos de trabalhadores e estudantes, que derrubou Syngman Rhee e o seu governo autocrata (primeira república da Coreia). Rhee saiu do cargo de forma pacífica e a Coreia entrou na segunda república. Tudo começou quando o corpo de um estudante morto por uma bomba de gás lacrimogéneo nas manifestações contra as eleições em março foi descoberto no porto de Masan.

Contexto

Durante as eleições de 1960, Syngman Rhee estava determinado a ver Gibung Lee ser eleito como vice-presidente independente. Era o adversário de Chang Myon, antigo embaixador da Coreia nos EUA durante a guerra da Coreia. No dia 15 de março, Gibung Lee, que estava de cama grande parte do tempo, ganhou as eleições com uma margem anormal, de 8.3 milhões contra o 1.8 de Myon. Tornou-se claro para o povo que tinha havido fraude. Além do descontentamento natural pela corrupção dos seus governantes não ajudava que a Coreia estivesse a passar por dificuldades económicas, o que tornava o governo extremamente impopular.

Decidiram então protestar, protesto esse que teve lugar em Masan. O protesto foi incentivado pelos membros do partido democrático revoltados contra a corrupção eleitoral, o que levou a que cerca de uma centena de habitantes de Masan se juntassem ao protesto. Os confrontos entre os cidadãos e a polícia foram violentos, sendo os cidadãos alvo de tiros e respondendo com o arremesso de pedras às autoridades. No dia 11 de abril descobriram o corpo de Kim Ju-yul na praia de Masan. O rapaz, estudante do secundário, tinha desaparecido no dia da manifestação. Apesar de a autópsia ter concluído que a causa de morte tinha sido afogamento, as pessoas não acreditavam. Descobriu-se que o crânio de Kim tinha sido rachado por uma granada de gás lacrimogéneo, objeto que lhe destruiu toda a face. Este incidente chocante acabou por ser a base do movimento nacional contra a corrupção eleitoral de 19 de abril.

O presidente Rhee disse que o Partido Comunista da Coreia do Norte tinha estado por trás do protesto tentando mudar o foco. Mais tarde, um comité de investigação da Assembleia Nacional descobriu que o facto de se ter disparado contra as pessoas não tinha como objetivo dispersá-las mas sim matá-las. Foi também revelado que Park Jong-pyo, o Chefe da Segurança Pública que ordenou o ataque contra os manifestante, prendeu pedras ao cadáver de Kim Ju-yul e o atirou ao mar em Masan para evitar que o corpo aparecesse a flutuar perto da costa.

Depois de mais algumas manifestações Rhee Shyng-man abandonou o cargo, sendo o seu companheiro de candidatura, Lee Ki-poong considerado culpado por grande parte da corrupção no governo, pois Rhee já era muito velho (85 anos) e por isso “menos culpado”. No dia seguinte Lee e a sua família suicidaram-se. A 28 de Abril, o ministro do Interior  Choi In-Kyu e o chefe da segurança despediram-se tomando responsabilidade pelo incidente de Masan.

O reinado do Partido Liberal tinha acabado mas não houve uma transferência direta de poder para o Partido Democrático, o maiores oponentes dos liberais. Aconteceu pois que o partido oposto estabeleceu um governo militar a 19 de maio de 1961, liderado por Park Chung-hee e um grupo de soldados sob o seu comando. Eventualmente o governo voltou a ser liderado por um presidente depois de o Partido Democrático ter tomado o controlo e mudado a constituição, mas a transição para uma democracia total só teve realmente lugar em 1987.

Fonte: April Revolution

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s